InícioEmpreendedorismoComo Escolher Um Sócio Para o Seu Negócio

Como Escolher Um Sócio Para o Seu Negócio

Veja nesta matéria um guia completo de como escolher um sócio para o seu negócio, uma etapa crucial para o sucesso de um negócio feito em parceria com outra pessoa. Confira o que levar em consideração na hora destas escolhas e algumas armadilhas as quais você deve evitar.

Como escolher um sócio para o seu negócio

Saber como escolher um sócio para o seu negócio é fundamental para garantir a prosperidade da iniciativa e poupar muita dor de cabeça.

Quantas vezes você já ouviu histórias de empresários que se arrependeram amargamente de ter convidado uma determinada pessoa para uma sociedade? Garanto que muitas vezes, não é?

Escolher um sócio é uma verdadeira arte e por isso nossa equipe traz nesta matéria um roteiro completo de como escolher um sócio para o seu negócio, de forma a chegar a um acordo em que ambos os lados sejam beneficiados.

Nesse roteiro, vamos cobrir pontos como:

Vamos então analisar cada um desses pontos, para facilitar na hora de enfrentar o desafio de como escolher um sócio para o seu negócio.

1 – Faça uma autoanálise

A nossa primeira dica sobre como escolher um sócio é sugerir que você faça uma autoanálise para identificar características pessoais que podem interferir no seu relacionamento com o seu futuro sócio.

É aquela coisa, como escolher um sócio se você na verdade não conhece detalhadamente a você mesmo? Faz sentido, não acha?

Essa análise inicial é necessária para medir diversos fatores que são definitivos para o sucesso, como sua aptidão e capacitação para o negócio, suporte profissional que irá precisar, capital e até que ponto você deseja chegar.

Para aprofundar a sua visão sobre esse ponto tão importante na hora de começar o processo de escolha de um sócio, sugerimos que você leia o nosso artigo Analise Seu Perfil Antes de Montar Um Negócio.

2 – Valores em comum

Uma sociedade envolve muito mais do que planejamento, produção e distribuição, envolve também situações em que os valores éticos e morais.

Em alguns não raros momentos, esses valores falam muito mais alto do que qualquer argumento técnico ou financeiro que possa ser apresentado.

Certifique-se de que você e seu possível sócio compartilham valores fundamentais e têm uma visão semelhante para o negócio. Isso ajuda a garantir alinhamento de objetivos e uma colaboração mais suave.

Na hora de escolher um sócio, é necessário que ele compartilhe dos mesmos valores morais e éticos que você, pois na hora das decisões difíceis, onde atalhos existem, o caminho mais longo possa ser aceito sem conflitos.

Como escolher um sócio

3 – O fator afinidade é fundamental

A origem da palavra sociedade vem do Latim, societas, que significa “associação amistosa com outros” segundo a Wikipédia.

Portanto, o primeiro passo na hora de escolher um sócio é ter afinidade para poderem criar um ambiente amistosa na relação empresarial.

Uma associação comercial é como um casamento e por isso você precisa encontrar uma pessoa que seja extremamente compatível com sua maneira de ser, caso contrário a coisa não irá funcionar direito.

4 – O fator complementação

Outro mandamento do manual de como escolher um sócio e encontrar uma pessoa ou pessoas, que complementem suas habilidades, que tragam um valor a mais para a estrutura que você quer desenvolver.

Escolha um sócio com habilidades e conhecimentos complementares aos seus. Isso cria uma equipe mais forte, onde cada pessoa pode contribuir com suas competências exclusivas.

Se você é bom na área administrativa, busque por alguém que se sobressaia na área operacional ou de vendas.

Dessa forma, um complementa o outro e criam uma sinergia entre as expertises que acaba transformando o negócio em algo muito maior.

Se não houver esse alinhamento, é melhor até desistir, porque essa provavelmente é uma das pessoas que se enquadram na categoria de tipos de sócios que você deve evitar.

5 – Os opostos se atraem

Outra dica para decidir como escolher um sócio para sua empresa é procurar uma pessoa que seja diferente de você para que o mix das duas culturas e atitudes crie um ambiente de discussão de pontos de vista, que quando bem conduzida acaba fortalecendo a empresa.

Se você tem um perfil mais conservador, procure um sócio que tenha um perfil mais arrojado.

Em uma relação societária de sucesso é sempre bom ter um dos sócios fazendo o papel de anjo e o outro de diabo. Basta alinhar esses papeis para que não acabe gerando conflitos.

5 – Comprometimento é fundamental

Tente buscar um sócio que esteja realmente comprometido com o processo e não apenas participando.

O ideal é que do ponto de vista financeiro ele esteja tão envolvido quanto você. Isso reforça a aliança.

Certifique-se de que seu sócio compartilha seu nível de comprometimento com o negócio. O sucesso muitas vezes requer um esforço significativo e é importante que todos os envolvidos estejam dispostos a investir tempo e energia necessários.

Ter um sócio, que em caso de fracasso do empreendimento, não vai ter um prejuízo tão grande quanto o seu, muitas vezes é chamar para você toda a responsabilidade do sucesso do empreendimento.

Por isso, esse risco deve ser comum aos dois, para forçar um com prometimento total. Existem riscos que todo empreendedor deve correr, pois são inerentes à atividade empreendedora.

A importância de saber como escolher um sócio para o seu negócio, é encontrar um parceiro também nas situações adversas.

6 – Alinhamento de expectativas mútuas

Outro motivo comum para atritos em uma sociedade é a frustração em relação a expectativas. Para fazer uma sociedade dar certo, é preciso ter objetivos em comum.

Muitas vezes os sócios nutrem uma série de expectativas em relação um ao outro e no final essas expectativas acabam não se confirmando.

Para evitar isso, uma das dicas sobre como escolher um sócio para sua empresa é discutir exaustivamente o que cada um espera do outro para que as responsabilidades estejam muito bem definidas desde o início.

Isso certamente irá evitar muitas decepções e conflitos no futuro, que podem prejudicar seriamente o relacionamento dos sócios.

Como escolher um sócio para sua empresa

7 – Estabeleça seus objetivos logo no início

Saber como escolher um sócio ideal para o seu empreendimento também é saber a onde você quer chegar.

Determinar um objetivo claro para o negócio é fundamental para saber se o seu futuro sócio tem o perfil para encarar esse desafio.

Se você é ambicioso e pensa grande, se associar a uma pessoa sem muitas ambições pode ser um erro fatal, pois após atingir um determinado patamar, a tendência do seu sócio será se acomodar, enquanto você estará pensando em passar para um nível superior, e aí, certamente os conflitos aparecerão.

Na hora de abrir uma empresa é preciso pensar muito bem em quem será o seu parceiro ou parceira, pois seu sócio será parte integrante e vital da empreitada e por isso precisa estar muito alinhado aos seus objetivos.

Não tenho a menor dúvida que essa lista de itens sobre como escolher um sócio está incompleta e por isso, convido você a compartilhar sua experiência conosco, acrescentando o seu comentário.

Perguntas frequentes sobre como escolher um sócio – FAQ

Além das considerações feitas acima, existem algumas perguntas muito comuns sobre ncomo escolher um sócio. Vejamos as principais então.

Quais são os fatores mais importantes a considerar ao escolher um sócio para o meu negócio?

Ao escolher um sócio para o seu negócio, é crucial considerar a compreensão compartilhada de valores e visão.

Certifique-se de que ambos compartilham ética nos negócios, integridade e têm uma visão semelhante para o futuro da empresa.

Além disso, avalie as habilidades complementares do seu sócio em potencial, garantindo que cada um traga conhecimentos e competências únicas para a parceria.

Como posso avaliar a confiabilidade e integridade de um possível sócio?

A avaliação da confiabilidade e integridade de um possível sócio é essencial para uma parceria bem-sucedida.

Para fazer isso, é recomendável realizar uma pesquisa detalhada sobre os antecedentes profissionais do seu sócio em potencial.

Coletar referências de colegas e parceiros anteriores pode oferecer insights valiosos sobre sua conduta ética e confiabilidade nos negócios.

Qual é a importância de um contrato legal ao formalizar uma parceria de negócios?

Um contrato legal é fundamental ao formalizar uma parceria de negócios. Ele estabelece as bases para a relação comercial, delineando responsabilidades, participações acionárias, tomada de decisões e outros aspectos essenciais.

O contrato ajuda a prevenir conflitos futuros, oferecendo clareza sobre as expectativas de cada parte. Saber como escolher um sócio é ctuial, mas manter as bases dessa escolha é igualmente importante.

Além disso, contempla cenários de saída e transferência de ações, proporcionando uma estrutura para resolver disputas potenciais.

Não tenho a menor dúvida que essa lista de itens sobre como escolher um sócio está incompleta e por isso, convido você a compartilhar sua experiência conosco, acrescentando o seu comentário.

Por Rodrigo Lima

Outros em Empreendedorismo

Máquina de assar espetinhos de churrasco Imagine uma máquina de assar espetinhos de churrasco que permita a você uma produção muito maior de espetinhos que os meios tradicionais usados até agora.Essa é a proposta da máquina Churrasqueira de Espetinhos Churras...

Mais Lidas na Seção

Buscar no Site

Últimas Publicações

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here